Scarlett Johansson foi entrevistada pela WMagazine para o portfolio de Melhores Perfomances 2020, confira a tradução:

Quando eu tinha 9 anos de idade, trabalhando em um filme chamado Just Cause com Laurence Fishburne, nós estávamos viajando de avião para algum lugar para o filme, e ele me disse, “Você quer ser uma atriz ou quer ser uma estrela do cinema?” Eu não sabia qual era a diferença. Eu achava tipo, você pode ser ambos, certo? E eu percebi então que você precisa se esforçar mais e mais para se levar a lugares desconfortáveis. Se o seu propósito é ser uma estrela do cinema, bem, isso é diferente de atuar.

Ao crescer, você já quis ser uma criança da Disney?

Não, eu queria ser a Judy Garland! Eu assistia a coisas de adulto com muito pouca idade. Eu assisti a Chinatown quando tinha 9. Patrick Swayze era o meu maior crush. Ele ainda é. E David Bowie em Labyrinth. Eles abriram os meus olhos para a sexualidade. Wow! Ambos ficavam incríveis em calças extremamente apertadas.

Você tem uma música preferida no karaokê?

Eu canto uma música do Queen se estiver particularmente mal-humorada. Eu gosto de “Bohemian Rhapsody.”

Você sabe todas as palavras?

Claro! Tá brincando? Eu era uma atriz mirim: eu faço todas as partes.