Este artigo contém spoilers sobre o enredo de “Vingadores: Ultimato“.

Os roteiristas de “Vingadores: Ultimato“, Christopher Markus e Stephen McFeely, concederam entrevista ao New York Times, onde comentaram sobre o destino da Viúva Negra (Scarlett Johansson) no filme. Leia o trecho da entrevista traduzido pelo SJBR:

Por que a Natasha Romanoff teve que morrer?

McFeely: A jornada dela, em nossas cabeças, tinha acabado se ela pudesse trazer os Vingadores de volta. Ela vem de um histórico de controle mental tão abusivo e terrível, então quando ela chega a Vormir e tem a chance de juntar a família novamente, essa é a coisa que ela trocaria. A coisa mais difícil para nós foi que nós estávamos sempre preocupados que as pessoas não teriam tempo para ficarem tristes o suficiente. Os riscos são altos e eles ainda não tinham resolvido o problema. Mas nós perdemos um grande personagem – uma personagem feminina – como nós honramos isso? Nós temos esse grupo de homens e é um monte de caras tristes por que uma mulher morreu.

Markus: Tony tem um funeral. Natasha não. Isso é parcialmente por que o Tony é essa figura pública massiva e ela tem sido ninguém* esse tempo todo. Não era necessariamente honesto com a personagem dar um funeral para ela. A maior questão sobre isso é que o Thor fala nas docas. “Nós temos as Joias do Infinito. Por que não trazemos ela de volta?”


*ninguém: nesse contexto, refere-se à visibilidade pública de Natasha Romanoff, e não à importância da personagem

McFeely: Mas essa é uma troca perpétua. Você traz ela de volta, vocé perde a joia.

Havia outro possível final onde Clint Barton se sacrifica no lugar dela?

McFeely: Tinha, com certeza. Jen Underdahl, nossa produtora de efeitos visuais, leu uma prévia do nosso rascunha onde o Gavião Arqueiro vai no lugar dela. E ela disse, “Não tire isso dela.” Eu fiquei realmente emocionado pensando nisso.

Markus: E é verdade, era ele se sacrificando no lugar dela. Era dramático ter ele morrendo e não ter sua família de volta. E só é correto e apropriado que ela tenha se sacrificado.

Confira a entrevista completa no site do New York Times.

Vingadores: Ultimato está em cartaz nos cinemas brasileiros.