14.02
2024

O vencedor do Emmy e indicado ao Oscar por American Fiction, Cord Jefferson irá escrever e produzir a minissérie da Amazon Prime Video, Just Cause, estrelada por Scarlett Johansson. O roteirista John Wells, da aclamada série The West Wing, se junta a Jefferson no roteiro. A minissérie é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito por John Katzenbach. Confira a sinopse:

Quando o repórter Matt Cowart recebe uma carta de um prisioneiro do corredor da morte alegando sua inocência, ele fica tentado a descartá-la. Claro, são todos inocentes. Mas à medida que o jornalista de Miami investiga o caso de Robert Earl Ferguson, um afro-americano condenado à pena de morte pelo assassinato brutal de uma garota branca, ele começa a acreditar que Ferguson é a verdadeira vítima de ódio e preconceito. E se ele não agir, o homem errado vai ser executado. Nos meses que se seguiram, os artigos investigativos de Cowart não apenas libertaram Ferguson, mas tornaram Cowart uma celebridade e lhe renderam um Prêmio Pulitzer – e desencadearam uma nova cadeia de horror inimaginável. Pois há um monstro por aí, e ele não está acabado de matar. Assustadoramente complexo, Just Cause é uma história poderosa sobre enfrentar nossos piores medos, na sociedade e em nós mesmos.

Scarlett Johansson será a repórter na minissérie, que mudou o gênero do personagem para ela. Será o primeiro papel de destaque da atriz em um projeto televisivo. O livro já foi adaptado para os cinemas em 1995, onde Scarlett interpretou a filha do personagem de Sean Connery, quando tinha 10 anos de idade. Cord Jefferson é vencedor do Emmy de roteiro por Watchmen, juntamente com Damon Lindelof. Seus outros trabalhos também incluem Succession, Master of None e The Good Place. John Wells foi roteirista e produtor executivo das aclamadas séries ER e The West Wing. Wells recebeu 25 indicações ao Emmy, garantindo seis vitórias para ER e The West Wing.

A companhia produtora de Scarlett, These Pictures, é a principal produtora do projeto. A minissérie ainda não tem data prevista de estreia.

06.03
2023

De acordo com o Deadline, Scarlett Johansson, Penélope Cruz, Michael Fassbender e Owen Wilson estão em negociações para estrelar a comédia de alto orçamento da diretora Nancy Meyers na Netflix, marcando seu retorno à direção de filmes.

Fontes dizem que os contratos ainda não foram finalizados, já que o orçamento ainda está sendo negociado. A Netflix não se posicionou sobre o assunto.

O filme, atualmente titulado Paris Paramount, conta a história de uma dupla de cineastas que relutantemente se reúnem no set após se apaixonarem.

Meyers vai dirigir seu próprio roteiro e também será produtora do filme. Algumas fontes dizem que o orçamento ultrapassa 100 milhões de dólares. O projeto será o primeiro da diretora desde Um Senhor Estagiário, de 2015, com Anne Hathaway e Robert De Niro.

Nancy é uma roteirista, diretora e produtora indicada ao Oscar, mais conhecida por seu trabalho em comédias românticas como Alguém Tem Que Ceder, Operação Cupido e O Amor Não Tira Férias.

27.09
2022

Scarlett Johansson foi nomeada a atriz mais bem paga do mundo várias vezes e foi listada como uma das pessoas mais influentes pela Time, e agora está fazendo um novo nome como cofundadora da marca de cuidados com a pele The Outset. Sim, outra linha de cuidados com a pele de celebridades, mas algo sobre esta é agradavelmente mais acessível, estratégica e econômica, tornando-se um destaque claro. Johansson teve o benefício de fazer parceria com a cofundadora Kate Foster Lengyel, que possui profundo conhecimento e experiência no setor. Juntas, as duas criaram uma linha de cuidados com a pele que é tão descontraída quanto a premiada atriz enquanto discutimos o que estávamos assistindo na Netflix antes da entrevista.

Enquanto estava sentada em torno de uma mesa grande e chique em seu escritório, que ela diz estar originalmente em sua casa, mergulhamos no coração da marca. Parecia que nada estava fora dos limites com ela. O mais novo lançamento da marca é o Exfoliating Caffeine Micro Polish (US$ 34). Johansson diz que parece fazer um tratamento facial em menos de um minuto. A ideia da linha de cuidados com a pele não “glamourosa”, mas direcionada para aqueles que querem entrar e sair do banheiro mantendo a pele saudável e bonita parecia refrescante. Elas carinhosamente se referiam a ela como “a camiseta branca dos cuidados com a pele”, fácil e universalmente lisonjeira.

New Bauty: Seus amigos amam o The Outset?

Scarlett Johansson: Sim, claro. Todos os meus amigos experimentaram. Eu fiz isso para eles de qualquer maneira. Eu estava dizendo para Kate, é realmente interessante, mas minhas amizades que têm um parceiro homem, todos dizem, “A pele do meu marido está incrível.” Eu estava tipo, “Estamos salvando relacionamentos e estão fazendo muito sexo agora” Isso tem sido realmente surpreendente. Temos muitos fãs do sexo masculino, 30 por cento dos clientes da nossa loja online são do sexo masculino. Tínhamos a intenção de fazer isso para todos, e é realmente adequado, então foi muito legal. Todo mundo adora. Metade dos meus amigos e familiares moram no exterior. Então agora é o desafio de quando vamos chegar lá? Porque eu só tenho que enviar para eles secretamente, mas você sabe, esse é o nosso próximo passo. “Como faço para levar isso aos meus amigos e familiares do Reino Unido?”

Kate Foster: Temos recebido muito “de fato”. Você sabe, quando eles ficam tipo, “de fato isso é incrível”. Quando você tem amigos e você diz: “Oh, eu vou fazer isso”, eles ficam: “Céus, espero que eu goste porque tenho que ver essa pessoa e dizer que é ótimo”. Tenho amigos que experimentaram a linha e eles dizem: “É realmente incrível”. Foi uma experiência muito gratificante para as pessoas descobrirem os produtos no meio de um mercado muito saturado e um espaço lotado e depois ficar tipo, “Uau”.

SJ: É interessante porque é um espaço saturado, mas as pessoas ainda procuram por produtos. Eu tenho um conjunto de amigas, e todas elas gostam muito de moda e beleza, e são artistas e criativas. Eles têm suas próprias marcas e coisas que amam, mas ainda estão procurando um ótimo limpador ou creme para os olhos. Sim, é um mercado muito saturado, mas há pessoas que procuram o produto heróico.

KF: E esse era o nosso objetivo. Desestressar toda a experiência, eu acho, é um dos principais benefícios.

NB: Anteriormente, você mencionou que não está tentando fazer a pele parecer uma “rosquinha vitrificada”. Agora estamos discutindo a saturação do mercado. Existem todas essas outras marcas de cuidados com a pele de celebridades. O que diferencia The Outset?

SJ: Ao entrar sabíamos que era um espaço muito saturado, então isso era algo que estávamos super cientes. Acho que, de certa forma, foi quase como uma oportunidade para nós, porque a linha é muito reduzida. Não se trata de: “Oh, você pode alcançar meu visual?”. Trata-se apenas de uma pele saudável.

KF: Você foi bem direta. Não é nenhum truque, sem conversa fiada, apenas ótimos produtos, ótima qualidade, ótima pele.

SJ: Eu estava tipo, “Eu sei que essa coisa toda de pele brilhante está na moda, mas eu estou muito velha.” e as pessoas vão ficar tipo: “Por que tão brilhante?”

NB: Como o que você aprendeu sobre cuidados com a pele com especialistas, seja no set ou se preparando para tapetes vermelhos, desempenhou um papel nessa linha?

SJ: Honestamente, foi realmente uma história muito pessoal. Isso realmente surgiu da minha própria experiência com cuidados com a pele e crescer e trabalhar com a pele para sempre. Quando eu era pré-adolescente, eu sempre recebia cuidados com a pele de maquiadores no set. Havia algumas dessas marcas que eram muito parecidas com marcas de maquiadores. Eles estavam usando muito como Kiehl’s na época, ou usariam Clinique. Old school, mas não era necessariamente direcionado ao que estava acontecendo com minha pele.

Eu sofri com acne por tanto tempo. Eu estava usando todos esses produtos que, olhando para trás agora, provavelmente estavam interagindo uns com os outros. Houve muito ressurgimento e duplicação disso. Estava apenas deixando minha pele tão seca e não ajudando em nada no problema.

Sua pele afeta a maneira como você se sente sobre si mesmo. Descobri que a melhor versão da minha pele era, depois de muitas tentativas e erros, quando eu era muito consistente com meus cuidados com a pele e estava usando um limpador suave, e depois algo para preparar minha pele como uma água micelar, e depois um hidratante diário muito suave e combinação de creme de noite e foi isso. Isso foi meio que redefinir minha pele de volta ao básico. Eu estava meio que escolhendo a dedo várias  farmácias e marcas de cosméticos americanos. Então, separando tudo e olhando para ele, percebi quanta coisa havia em tudo, quantos produtos químicos tóxicos havia em tudo, mas também não podia usar produtos naturais porque eles também tinham um efeito muito forte na minha pele. E eu meio que cheguei a isso. Eu me interesso por cuidados com a pele e pelos cuidados com a pele de outras pessoas e trocando histórias, problemas, dicas e tudo mais com meus amigos há tanto tempo que esse espaço sempre foi algo que me interessou pessoalmente.

Eu acho que ao ficar mais velha, tive minha filha e comecei a produzir meus próprios projetos, e tinha menos tempo para coisas e realmente só queria fazer as coisas que me interessavam e importavam para mim e passar o tempo focando nisso – foi a partir disso que surgiu [a marca]. De repente, tive espaço para criar uma startup como essa. Não foi até conhecer Kate que realmente pude colocar todas essas ideias em prática e descobrir: “Ok, como você faz isso?” Porque é uma indústria que não conheço. Ter uma startup é uma coisa e aprender essa nova indústria é outra. Há tanta coisa para isso, então tem sido muito gratificante, aventureiro e desafiador. Mas sim, aqui estamos. É tudo o que eu imaginei.

KF: Desde o primeiro momento em que nos conhecemos fiquei empolgada com a ideia dela. Ela tinha esse conceito muito claro do que The Outset se tornou, simplificando os cuidados com a pele de luxo, tornando-os suaves, acessíveis e meio que voltando ao básico dos cuidados com a pele, tão fácil quanto sua camiseta branca perfeita. A primeira coisa que fizemos foi pesquisar e conversar com o consumidor. Vimos que a sensibilidade da pele estava realmente aumentando como nunca antes, porque há tantos ingredientes ativos nos produtos hoje em dia. Quando os clientes estão misturando todos esses diferentes ativos com a grande intenção de autocuidado, eles podem estar, sem saber, criando sensibilidade na pele no processo. Parecia que havia uma oportunidade real para uma marca que poderia ser uma companhia para qualquer outra coisa. Nós realmente pegamos esse conceito de cuidados com a pele mais como um regime de bem-estar diário, como tomar suas vitaminas e escovar os dentes.

SJ: Dizemos que “funciona bem com os outros”, e você pode ter muitos outros passos em sua rotina de cuidados com a pele, mas isso não deve ser algo que entre em conflito com nenhum deles. Para mim, não vou sentar lá e analisar demais minha pele como quando era mais jovem. Eu quero usar a mesma quantidade de tempo que meu parceiro. Podemos usar os mesmos produtos. Nós dois temos pele. É apenas descomplicado e sem perfume. Nós dois temos diferentes sensibilidades de pele.

Meu marido tem uma pele mais seca, irregular e propensa a eczema. Eu tenho pele propensa a acne, mas podemos usar tudo isso juntos e, se quisermos ter nossas outras coisinhas que fazemos, podemos. Eu estava conversando com Kate outro dia e pensei: “É engraçado porque não é glamouroso ou moderno. Trata-se apenas de ter uma pele saudável.” Então todo o resto são apenas apetrechos.

NB: Como vocês duas acabaram como parceiras?

SJ: Nos conhecemos através de um amigo meu. Quando eu estava meio que montando isso, eu estava tipo, “Eu preciso da minha pessoa”. Um conhecido de um amigo meu da indústria disse: “Sabe, tem essa mulher, Kate Foster.” Nós nos conhecemos pessoalmente e tivemos um almoço muito fofo, e ficamos tipo, “Você ouviu sobre essa coisa do Covid ou algo assim?” Uma semana ou algo mais tarde, aconteceu o lockdown e estávamos no Zoom tipo: ‘Oh meu Deus, temos filhos e eles são loucos.”

Na verdade, isso me ajudou bastante a passar por esse momento, sendo capaz de criar e sonhar grande. Ter o apoio uma da outra como duas mães em casa juntas também foi ótimo. A gente só reclamava e surtava.

NB: Os padrões de beleza na indústria afetaram a forma como você vê os cuidados com a pele?

SJ: Eu não sei mais quais são os padrões de beleza. É uma conversa tão diferente agora. Foi tão homogeneizado por um período tão longo de tempo. Agora, sinto que ser a melhor versão de si mesmo é o novo padrão, felizmente, e é disso que realmente tratam nossos produtos. Tenha a sua melhor pele, tenha uma aparência e um sentimento diferentes de qualquer outra pessoa. É exclusivo para você. Então, dessa forma, é meio que um reflexo do que está acontecendo.

Fonte: NewBeauty

25.04
2022

Com exclusividade, o Deadline publicou hoje que Scarlett Johansson e Chris Evans estão definidos para estrelar o novo filme “Projeto Artemis“, com a estrela de Ozark, o diretor e produtor executivo Jason Bateman, sendo o diretor do longa.

A Apple, que neste domingo se tornou o primeiro serviço de streaming a ganhar o prêmio de “Melhor Filme” no Oscar 2022, por Coda desembolsou mais de 100 milhões de dólares para o projeto.

Os detalhes da trama estão sendo mantidos em sigilo, mas rumores dizem que o projeto é sobre a corrida espacial. O roteiro é de Rose Gilroy, filha do roteirista e diretor Dan Gilroy e da atriz René Russo.

Scarlett, que foi duas vezes indicada ao Oscar, irá produzir o filme juntamente com Jonathan Lia e Keenan Flynn por meio de sua produtora These Pictures, que encomendou e desenvolveu o roteiro. Bateman produzirá através da Aggregate Films, sua própria produtora.

Evans e Johansson estão procurando projetos para se unir após o fim de seus dias de Vingadores e quase conseguiram isso em Ghosted, outro projeto que a Apple comprou. Scarlett abandonou o projeto após conflitos de agenda, então Ana de Armas entrou em seu lugar.

Apple e Johansson também estão juntos em outro projeto, Bride, que está atualmente em desenvolvimento. A atriz está estrelando e produzindo, enquanto Sebastián Lelio, vencedor do Oscar, será o diretor do filme.

Apple, CAA e representantes se recusaram a comentar.

23.02
2022

A última vez que encontrei Scarlett Johansson, sete anos atrás, ela tinha acabado de dar à luz a sua filha, Rose, e levou o bebê para a coletiva de imprensa para o lançamento de uma linha de beleza luxuosa. Johansson estava atrasada, de acordo com seus assessores que mantiveram os detalhes vagos. Ela chegou minutos depois, visivelmente radiante e revigorada, especialmente para alguém que estava apenas alguns meses após o parto. “Sinto muito, estava amamentando minha filha”, ela explicou com um calor e familiaridade que eram desarmantes vindos da mulher que em breve se tornaria a atriz mais bem paga do mundo. Quando nos encontrarmos novamente, no final do outono, desta vez pairando sobre nossos respectivos computadores, eu estava me escondendo dos meus filhos em um canto do meu porão transformado em escritório, enquanto Johansson estava sentada em seu quarto de portas fechadas, protegida, no momento, de sua filha e seu filho, Cosmo, que acabava de completar três meses. O plano de fundo do Zoom dela revela um papel de parede alegre com estampa de folhas que a atriz, de 37 anos, instalou durante a pandemia para simular climas mais tropicais ou, ela brinca, um lar de idosos em South Beach. “Sinto muito pelo atraso, tive que bombear meu peito”, diz ela, exibindo um sorriso de megawatt [grandioso].

Algumas coisas, ao que parece, não mudaram, outras sim. “Fui o rosto de várias marcas de luxo ao longo da minha carreira, e todas essas experiências foram realmente maravilhosas. Mas… Como eu explico isso?” ela pausa, um boné de beisebol preto semi-escurecendo uma sobrancelha franzida. “Acho que sempre senti que estava interpretando uma personagem nessas campanhas e, na medida que evolui, queria criar e representar uma marca que fosse fiel a mim.” Este mês, Johansson cumpre esse objetivo com The Outset , uma linha de seis peças essenciais para cuidados com a pele que oferece fórmulas simples, limpas, eficazes e acessíveis. Johansson não é a primeira celebridade a entrar no jogo da beleza.

Só no ano passado foram criadas novas marcas de Jennifer Lopez, Jennifer Aniston, Jada Pinkett Smith, Priyanka Chopra Jonas e a cantora Halsey, entre outras celebridades que esperam adicionar “fundador” aos seus currículos. Mas há muito poucos esperançosos de beleza com franquias de super-heróis da Marvel e companhias independentes – e ainda menos que possuem a intrigante camada que sempre girou em torno de Johansson: a loira atrativa, a rainha da beleza, a assassina durona. “Entrei em nosso primeiro encontro meio que respirando fundo pensando: Puta merda, estou prestes a conhecer Scarlett Johansson”, diz Kate Foster Lengyel, cofundadora da The Outset, uma veterana da indústria que foi apresentada à Johansson por meio de amigos em comum. Ela também ficou imediatamente encantada com a inteligência e o humor de Johansson, que se traduz como uma espécie de energia de garota normal que você simplesmente não espera da Natasha Romanoff.

“Ela é a ‘velha Hollywood’ dessa maneira”, confirma seu maquiador de longa data, Frank B. Mas ser uma conversadora envolvente não necessariamente faz de você uma boa parceira de negócios, reconhece Foster Lengyel, que estava cautelosa em trabalhar em mais uma linha de beleza de celebridades, até que Johansson a dissuadiu com: uma marca de cuidados com a pele construída em torno de seus próprios rituais de beleza e o sucesso que ela teve gerenciando as espinhas, o ressecamento e as doenças gerais que vêm com muitas horas passadas na cadeira de maquiagem e na frente de a câmera. (“Ela sempre diz: ‘Se eu não fosse ator, seria dermatologista!’”, revela Frank B.)

Johansson havia levado seu argumento claro e entregou fundamentos nos diferentes tipos de vários grupos achados em farmácias, tradições de boticário e eficácia de farmácia francesa para “os grandões” (Shiseido, Estée Lauder, etc.). Antes de decidir fazer um produto que segurasse até suas próprias expectativas, ela precisaria fazê-lo do zero. Johansson teve algumas ligações introdutórias com Foster Lengyel antes de elas finalmente se sentarem para almoçar pessoalmente – no momento em que Nova York entrou em confinamento. “De certa forma, isso [quarentena] acelerou nosso relacionamento, porque agora tínhamos esse outro tipo de intimidade”, diz Johansson sobre como as duas mulheres construíram sua marca pelo Zoom e via FedEx, enquanto ensinavam seus filhos em casa e lidavam com o medo e a incerteza que tem atormentado muitos de nós nos últimos dois anos.

Essa experiência compartilhada — e a orientação de um desenvolvedor de produtos com experiência em química que as educou sobre tudo, desde polímeros à parabenos de acordo com os padrões de ingredientes limpos da Credo — ajudou a finalizar sua variedade de produtos: O Limpador Antioxidante Micelar Suave que lava as impurezas sem descascar a pele, enquanto o Firming Vegan Collagen Prep Serum aumenta a hidratação, e o Nourishing Squalene Daily Moisturizer oferece uma bebida refrescante para peles ressecadas. Esse regime de três etapas, assim como o resto da linha que inclui um rico creme noturno com niacinamida, um creme calmante de vitamina C para os olhos e um tratamento para os lábios, todos vendidos por menos de $55 dólares [aproximadamente $280 reais] e apresentam um conjunto de hialuro, uma alternativa botânica ao ácido hialurônico hidratante que preenche e suaviza as linhas finas.

A abordagem “menos é mais” também se estende a uma estética de design minimalista que foi aconselhada para Johansson por seu pai escandinavo que é arquiteto. “Eu queria que parecesse algo que sempre esteve lá”, diz Johansson sobre o que ela insiste que não é uma “marca rosa milenar”; A cor da assinatura do Outset é mais um azul ceilão elétrico, renderizado em letras sans serif na frente de garrafas de vidro recicláveis ​​e tubos de cana-de-açúcar de bioresina. Johansson é o rosto da marca, mas não o único. Ela é acompanhada por um elenco diversificado, composto principalmente por modelos de meio período que trabalham em uma variedade de profissões, desde pessoas que trabalham no ramo da moda até a construção. É parte de uma estratégia projetada para garantir que os produtos possam atender às necessidades cotidianas de todos – e que possam se manter por conta própria, fora do turbilhão de beleza das celebridades.

Foi isso que chamou a atenção de Priya Venkatesh, vice-presidente sênior de merchandising para cuidados com a pele e cabelos da Sephora, que começará a estocar The Outset em abril. “Quando nos pediram para fazer a reunião com Scarlett, eu estava brincando que conversei com tantas celebridades durante o COVID, que é como se eu tivesse meu próprio Zoom Oscars”, diz Venkatesh sobre o recente fluxo de ligações para seu escritório de agentes e gerentes de Hollywood. “O mundo não precisa de mais produtos”, ela admite, “mas eu realmente gosto da filosofia de cuidados com a pele da Scarlett, que é apenas: cuidados com a pele é algo que deve ser feito todos os dias e deve ser simples”. 

“Ela não está brincando”, enfatiza Foster Lengyel, um sentimento que ficou bem claro para qualquer um (todo mundo) que assistiu a mãe de dois filhos enfrentar a Disney em um processo de quebra de contrato de grande sucesso no verão passado. Johansson entrou com uma reclamação em julho argumentando que o estúdio sacrificou o potencial de bilheteria da Viúva Negra para aumentar seu serviço de streaming Disney+. Grande parte das farpas públicas se concentrou na resposta da Disney, que parecia considerar Johansson gananciosa e insensível ao prejuízo que o COVID havia causado à indústria e ao mundo em geral.

Em privado, Johansson estava administrando uma gravidez e o nascimento de seu filho – que ela e seu marido, Colin Jost, do SNL, mantiveram em silêncio – enquanto lançavam ativamente uma startup. “Foi assustador, muito assustador, dar um passo assim e não saber onde você vai pousar”, ela admite. “A dúvida surgiu muito, e senti uma tristeza avassaladora muitas vezes durante esse período”, continua ela. Mas o apoio de co-estrelas, amigos da indústria e até estranhos ajudaram a impulsioná-la. Jamie Lee Curtis escreveu um ensaio memorável em defesa de Johansson para a Time, emitindo um aviso aos possíveis agressores: “Não brinque com essa mamãe ursa”. “Isso me fez sentir como se eu pudesse empurrar a pedra montanha acima e ela não iria rolar de volta para mim”, diz Johansson, acrescentando que o sucesso lento, mas gradativo, que as mulheres tiveram recentemente em mudar a dinâmica de poder dominada pelos homens da indústria tornou “um bom momento para empurrar a pedra sobre a montanha”.

Parte de seu ímpeto para o processo, que foi resolvido em setembro, foi falar em nome de outras pessoas que enfrentam circunstâncias semelhantes, diz ela. “Agora, será diferente para todos.”. Na medida que o intervalo de tempo do “não perturbe” em que ambos negociamos começa a se aproximar do fim, Johansson me diz que está esperando ativamente que sua mesa de jantar seja retirada do depósito e entregue no novo escritório do The Outset no Flatiron District, onde ela e Foster Lengyel montaram uma equipe de outras oito mulheres. “Está ficando muito real”, diz ela sobre o lançamento iminente da marca e o que isso significa para seu crescimento pessoal, aproveitando o que parece ser todos os sentimentos – excitação, gratidão e ansiedade. “Quero dizer, eu sou a mesma pessoa que sempre fui. Mas acho que estou mais confortável agora com a ideia de que a cada ganho há uma perda.” Essa é uma filosofia que ela também aplicou ao desenvolvimento de seus produtos: novas fórmulas estão sendo consistentemente ajustadas, descartadas e ajustadas novamente. Mas Johansson se manteve firme em suas especificidades para o tratamento dos lábios. “Esse foi o meu projeto passional. Porque eu tenho muita área de superfície [lábios grandes], obviamente”, ela diz com uma risada enquanto elabora a surpreendente textura semelhante a uma loção da pomada. Sua consistência pode ser polarizadora, ela admite, mas esse é apenas outro risco que ela está disposta a correr. Não brinque com Scarlett Johansson – ou seu protetor labial.

Fonte: Vogue Magazine. 

16.02
2022

Scarlett Johansson foi anunciada como uma das novas embaixadoras de David Yurman, designer de joias americano. Ela e o ator Henry Golding são as estrelas da nova campanha Come Closer, gravada em Nova York.

Confira a entrevista completa de Scarlett para a Vogue França, em divulgação da campanha. Tradução feita pela equipe do SJBR.


As cinco peças que uma mulher deve possuir no seu guarda-roupas segundo Scarlett Johansson

Estrela da última campanha do joalheiro americano David Yurman, Scarlett Johansson participou do jogo de questionário Vogue. Veja. 

New York, New York… A canção de Frank Sinatra poderia ser a trilha sonora do encontro entre Scarlett Johansson e o joalheiro David Yurman. Na ocasião da última campanha Come Closer que põe em cena a atriz na perspectiva das lentes do fotógrafo Lachlan Bailey, o joalheiro quis trazer uma luz para a cidade de Nova Iorque, que sempre foi uma inspiração para as peças da marca. Seguindo os passos de Kate Moss, Naomi Campbell ou até mesmo Gisele Bündchen, Scarlett Johansson encarna a novaiorquina audaciosa e moderna, como um reflexo das jóias David Yurman. Para a ocasião ela falou de sua relação com a moda e com a joalheria. Seguem algumas passagens da entrevista.

Qual é a sua primeira lembrança de moda?

Minha primeira lembrança de moda é de ir à boutique “Betsey Johnson” em Nova Iorque para me ajudar a escolher vestidos. Betsey criou uma linha para crianças, porque sua filha, Lulu, era jovem na época. Betsey é uma designer novaiorquina icônica, que possui um estilo único.  

E a melhor memória de moda da sua vida?

Tive a chance de trabalhar com alguns dos maiores designers de trajes e roupas. Um dos meus looks favoritos no tapete vermelho foi um vestido vermelho da Vera Wang que usei no Golden Globes. Ele é confortável, charmoso e chique. Eu amo usar vermelho. 

Como você começou sua aventura com David Yurman?

Crescendo em Nova Iorque, eu tinha o hábito de observar as campanhas magníficas de David Yurman em preto e branco. O visual da marca é um símbolo do estilo novaiorquino – um pouco rígido, mas também romântico e atemporal.

Quais valores você compartilha com David Yurman?

O conhecimento de cada peça é excepcional. Eu acredito que nós compartilhamos a mesma apreciação da intenção artística e da qualidade. 

Quais são as 5 jóias que uma mulher deve possuir em seu guarda-roupas?

  1. Brincos de diamantes solitários
  2. Uma corrente dourada
  3. Um pingente que possui um significado
  4. Um anel rosé
  5. Um par de argolas

E os 5 trajes?

  1. Uma jaqueta de motoqueira
  2. Um jeans perfeito
  3. Um casaco de cashmere 
  4. Um par de “Coverse” branco 
  5. Um batom vermelho

Qual é sua jóia mais sentimental?

Meu anel de noivado escolhido pelo meu marido e o peridoto que ganhei quando minha filha Rose nasceu. 

A última jóia que você gostaria de ter?

Uma safira alaranjada-rosada.

Um conselho para as jovens atrizes?

Nunca antecipe nada.

Seu último conselho de estilo?

Sempre seque suas camisetas ao ar livre!

O que você diria sobre “ter estilo” atualmente?

Não siga as tendências. Vista roupas que você goste e que fiquem bem. 

Qual é a diferença do estilo da mulher americana e da mulher francesa, na sua opinião?

Um estilo atual versus um estilo clássico. 

Um ícone de moda?

Jennifer Gray em “Dirty Dancing”.


Confira as fotos em nossa galeria:

   
LINKS DA GALERIA: CAMPANHAS > DAVID YURMAN > COME CLOSER (2022)
   
LINKS DA GALERIA: CAMPANHAS > DAVID YURMAN > COME CLOSER (2022) – BEHIND THE SCENES


Layout criado e desenvolvido por Lannie.D - Alguns direitos reservados - Host: Flaunt Network | DMCA | Privacy Policy